29 de dezembro de 2017

sobre inexistir e ser



senhora de mim
sem hora em tudo
aquém deste tempo

4 comentários:

  1. Respostas
    1. e eu bem que gostaria...


      Me alegra receber tua visita aqui neste espaço :)

      Excluir
  2. Soa como uma música de um desses compositores conceituados, cantada em voz e violão em um barzinho do rio de janeiro.
    Feliz 2018!
    notas-poeticas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que doces as tuas palavras! Fico lisonjeada com a comparação genial ♥

      Excluir

Pesquisar este blog