10 de março de 2015

Semanário de estudos: Testando a capacidade


Me mantendo no ritmo do Semanário, eis aqui outro relato semanal. Antes eu quero só que compreendam: Se não conseguirem uma vez, não significa que nunca conseguirão. Uma derrota é apenas mais um motivo pra se entregar ao máximo e tentar com garra! A gente ganha aquilo que a gente merece, então vamos fazer por merecer!
"Ah, Kate, o que deu em você pra dizer isso, assim do nada?" Sei lá, às vezes a gente se depara com situações ruins e tudo de que precisamos para seguir persistindo são somente palavras acolhedoras.
Saindo dessa vibe estilo biscoito da sorte, "dica do dia" e horóscopo... Vamos adentrando o post.

Se tem algo que eu considero extremamente essencial em relação aos estudos, esse algo são os testes. Tão essenciais quanto o próprio estudo acerca do tema, os testes além de testarem nossa capacidade no geral, servem para firmar o assunto na cabeça, a gente querendo ou não.

Semana #9: Testando a capacidade

Quando digo testes, quero dizer questões, peguntas, de vestibulares ou não, algo que nos coloque à prova. Podem até dar dor de cabeça (principalmente para os que não suportam), mas ainda assim são os mais eficazes quando o assunto é aprender. Quando se trata de testes, a tecnologia é muito ampla. Pode pesquisar no Google que você encontrará questões, joguinhos e também tem aplicativos pra celulares. O mercado é enorme, o que tem de pequeno é só nossa força de vontade.
Considero indicado responder questões no geral, mas para se sair melhor ainda é bom se especificar nessas questões.


Provas de instituições

Para quem tem em mente estudar para se preparar para alguma prova de concurso, vestibular, ou provas de emprego, é importante ter em mente não somente o curso que se quer como também a instituição. Isso tudo porque cada instituição tem um modo de elaborar seus enunciados (algumas pegam mais leve no conteúdo, outras aprofundam, algumas são diretas, outras com enormes textos para interpretação e assim varia). Então, vá logo abrindo uma outra guia e pesquise sobre universidades e faculdades. E se já tiver uma em mente, melhor ainda, agora pesquise provas dessa instituição. Tô mandando "mermo" u.u

Questões abertas

Me encontro em dúvida sobre o que é pior: questões objetivas ou questões abertas. No fim é tudo relativo, sempre tem detalhes a analisar. Mesmo assim, quando se trata de testes, é essencial estar preparado pra tudo! Nunca se sabe, não é mesmo?
Portanto, para se ter uma boa resposta pra questões abertas é necessário ter domínio do conteúdo, capacidade de organizar ideias, capacidade de expressar-se com clareza, um bom nível de argumentação e de informação, capacidade de interpretar dados, e capacidade de estabelecer correlação com fatos do cotidiano e da atualidade. E se puder usar essas diquinhas na redação, melhor ainda.

Redação

Não suporto escrever sobre pressão, mas infelizmente devo treinar isso, até que não reste erro e nem falte tempo. As dicas para uma excelente (porque boa é nível amador u.u) redação são as mesmas que todos dizem. E são eficazes? Sim, quando você é um "manjador" dessas técnicas de escrita, não há santo que te segure, "qrido"! Posso citar aqui as mais simples:
Domínio da norma culta e escrita;
Articulação e argumentação bem engajados;
Relação de fatos e atualidades;
Ponto de vista bem exposto;
Domínio das técnicas de leitura (pra uma boa escrita);
Etc e etc....

É importante ter o hábito de ler textos bem produzidos e treinar a técnica da boa escrita. Ter alguém (que não seja você mesmo) que julgue seu texto apontando os erros e deficiências pode trazer uma melhora muito grande.

Relato...

As férias estão muito próximas de seu fim. Ao menos as minhas. E me sinto bem mais realizada ao analisar que durante esse tempo livre eu fui aplicando tudo o que eu vinha indicando. Planejei, melhorei meus pontos fracos, descobri minha maneira de estudar, não deixei nenhuma dúvida na cabeça, li tudo o que se pode ler, estudei vídeo aulas, busquei por um equilíbrio e fui além, estudando testes, lendo biografias, ficando atenta às atualidades, olhando pra tudo com um olhar crítico, expondo meus pontos de vista em discussões e mais. Ultrapassei meus limites sem exageros, apenas para expandi-los. Usei de todo o meu tempo livre pra estudar ao meu ritmo e sem obrigação. Ainda é pouco. Muito pouco diante do que eu almejo. Vou fazer de tudo pra alcançar o impossível, pra ver se pelo menos chego ao possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog