1 de outubro de 2014

Obrigação de brasileiro


Olha, eu sei que muita gente odeia política, e nem sequer quer ouvir falar porque acha que todo político é corrupto (talvez seja mesmo), mas não se deve negar à obrigação que todos devem (é o mínimo de respeito pela pátria) ter de votar. Por mais que nenhum político agrade, são as opções, e devemos escolher o menos pior... É o começo pra melhorar.
Querendo ou não, devemos (sim, eu e você, brasileiros) ter conhecimento sobre quais são os candidatos. Não adianta simplesmente criticar o governo, se quisermos mesmo ver a diferença temos que fazê-la acontecer. Por isso, se você quiser mesmo ter o direito de criticar, é preciso pesquisar um pouco sobre cada. Tem muita gente falando bosta, quando não se sabe nada. Quantas pessoas foram para as ruas nas greves sem saber o que estavam reivindicando?

Vamo lá minha gente!! ACOOOORDEM! Critiquem, mas saibam os argumentos!
Não tô com cabeça (e creio que nem vocês) pra mini biografia sobre cada candidato, até porque são muitos. Mas se realmente tiverem um pouco de dignidade, vocês mesmos vão pesquisar. Então podem começando pela Wikipédia.
Mas quero que tenham a introdução de um movimento do qual achei interessantíssimo. Vos apresento... o niilismo.

(Imagem só para causar polêmica)

Antes de mais nada, compreendam que sou completamente contra, contra, CONTRA o nazismo e o encapetado do Hitler bigodinho. E niilismo não tem nada a ver com nazismo.
Niilismo na política: É um movimento que anda rolando pelo Brasil, que consiste no voto nulo ("nihil" do latim, que significa: nada). É uma maneira dos brasileiros lembrarem aos políticos que eles estão lá por causa do povo, é como se dissessem "Vocês trabalham pra nós!" ou "Somos nós que mandamos e 'contratamos' aqui!". Mas cuidado, essa brincadeirinha só dura o 1º turno, no 2º você deve vestir a carapuça da responsabilidade e escolher alguém das opções estabelecidas para governar o país. Isso também é greve que, nesse caso, demonstra insatisfação com as opções.
Não é bom votar nulo no 2º turno porque é praticamente deixar do jeito que tá e "deixar do jeito que tá" não é fazer a diferença, é ficar na mesma. Imagine o quão ruim Hitler foi, é claro que havia muita gente insatisfeita em seu governo, mas não fizeram nada (talvez para não se prejudicarem) e deu no que deu. Por mais insatisfeitos que estejamos com todos esses políticos, temos que escolher alguns deles. Por isso é importante fazer pesquisas sobre esses candidatos, pra não acabar escolhendo um pior do que o que tá. Saiba mais sobre o niilismo aqui.

Se já quiserem analisar os situados, já podem começar assistindo ao debate abaixo!


Vote consciente! O futuro da nação depende de nós.

7 comentários:

  1. Minha vida inteira foi praticamente dentro da politica, não foi tão legal. Mas apesar de tudo não tenho ódio da politica e tão pouco do meu país. A política é uma forma de encontrar alguém que lidere e NOS represente. Pessoas sérias, que sejam inteligentes, que não seja desigual ou irresponsável. As pessoas tem hoje um direito que levou tempo lutando para conseguir, teve suor e sangue e o que elas fazem? Simplesmente o jogam fora! E inventam uma brincadeira boba que ACHAM que eles (os políticos) se importam. Não sabendo eles que votos nulos não leva ninguém a nada e votar no comediante é levar politica na brincadeira. Além disso, tem aqueles que pensam que politica é uma corrida pra ver quem chega primeiro como se fosse um campeonato e ficam torcendo para aquele que ta na frente, pois é o mais provável. E outros simplesmente dizem "ah, deveriam dar chances para os que nunca esteve lá" como se fosse simples assim, como se os que nunca foram merecessem (porquê? não sei). As pessoas veem a politica de duas formas: Com muita inocência, ou com ignorância. E são poucos segue a forma correta, aqueles que encaram tudo como uma oportunidade de comandar o meu país. É sempre assim: fazem greves, passeatas, assistem tv demais e esquecem o passado obscuro. Como diria certo cara em uma certa musica... uma verdadeira geração coca-cola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Política é mesmo uma coisa muito complicada... É preciso dar o melhor de si para compreendê-la, mas nem todo brasileiro faz isso.

      Excluir
    2. Concordo plenamente com ESTE cara, e não foi apenas a geração dele que foi coca-cola, a nossa tbm tá sendo.

      "A gente somos inútil" dizia uma outra música....

      Excluir
  2. Em questões politicas criticas são muitas, mudanças nenhuma e argumentos não são o suficiente. o/ Gostei bastante do post!! ACOOORDA NEGADA!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O/ Temos que avaliar dos mais diversos pontos de vista!

      Excluir
  3. eu não curto mt politica, mas tenho total consciência da importância dela. acho que ngm deveria votar nulo. acho que deveriam pelo menos votar na opção menos pior, pq nulo, como vc disse, é deixar do jeito que está. e o que adianta isso???
    www.portefeminino.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É até engraçado isso. Não temos afinidade com algo que leva nosso país pra frente...

      Excluir

Pesquisar este blog