19 de agosto de 2014

Algumas coisas sobre os blogueiros


"Desculpe estou um pouco atrasado, mas espero que ainda dê tempo de dizer que andei errado e eu entendo. As suas queixas tão justificáveis e a falta que eu fiz nessa semana...♪♪♫" Olha eu tentando me redimir com uma música... tsc, tsc. Já estava com saudades :3 A questão foi que eu tava muuuuuuuuuuuito atrasada na leitura de alguns blogs e não tava muito animada pra postar aqui. Felizmente essa "ressaca" passou e eu consegui me atualizar diante de todos os blogs que sigo (aqueles amorecos).
Eu tava vendo uns canais no YouTube, quando me deparei com um vídeo da Bruna Viera que me levou a uma reflexão, sobre qual é a minha relação com o blog e o que almejo dela. Blog, você aceita se casar comigo?


Post pessoal (assim como o blog)

Nunca fui muito fã da Bruna Vieira, na verdade sempre fui meio antagonista quanto a ela. Comecei lendo seu livro porque pensava que a ele se atribuía toda a sua fama, de cara me decepcionei com o tipo de escrita (comum demais) e o abandonei antes da metade. Sem achar um pingo de graça em seu livro formei o pensamento de que ela era somente a blogueira que ficou famosinha porque era fofa e já sofreu muito na vida. É claro que esses pré-conceitos (palavra bruta) são sempre equivocados.
Não, o livro não fez com que eu pagasse minha língua, aliás a opinião quanto ao livro continua a mesma. O que mudou foi a opinião sobre a Bruna e sobre sua fama.
Entrando na verdadeira reflexão... Eu comecei a queimar alguns neurônios e buscar a entender como ajo com o blog. Confesso que já cheguei a imaginar que no futuro (do qual não sei em que tempo se encontra já que tal "futuro" deveria ser o agora, e convenhamos, o agora não se concretizou naquele futuro. WHAT?) eu ganharia muito reconhecimento e muito dinheiro com o blog, bastava eu postar diariamente e divulgar. Acontece que, sendo fiel à minha natureza (pois sou irresponsável), eu não cumpri com nenhum dos quesitos, e mesmo se cumprisse eu não estaria muito longe de onde estou. Sim, eu já sonhei em ser uma famosinha na blogosfera.
Depois de pesquisar a fundo e ver os relatos dos blogueiros famosos, aos quais passarei a chamar de blogueiros profissionais, compreendi que não é um caminho tão simples. Compreenda comigo: Imagine todo o esforço de uma pessoa para entrar numa universidade de grande nome, essa pessoa se mata estudando pra passar no vestibular, depois se mata estudando na Universidade em si, depois se mata estudando pra provas decisivas, depois procura trabalho e, por fim, se mata trabalhando (o "se mata" é só pra demonstrar que é em excesso). Basta desviar essa dedicação pra profissão de blogueiro.
Tenho facilidade em ficar em frente a tela do PC vendo coisas banais, mas não toda essa facilidade em produzir algo. Também não gostaria de transformar meu espaço na blogosfera numa rede de publicidade, se for pra eu divulgar algum produto de alguma marca, que seja por livre e espontânea vontade, porque o produto é mesmo bom e não por causa de dinheiro. Sendo assim, prefiro continuar mantendo o foco em ser Perita Criminal. Than than than than, isso tudo significa que tô mais pra uma blogueira pessoal do que profissional. Podemos usar da taxonomia pra simplificar isso, como se existissem dois reinos: Blog. profissional e Blog. pessoal, e dentro desses reinos existissem vários filos, onde (dentro dos filos) teria as classes e assim sucessivamente até chegar ao indivíduo.  É uma visão da blogosfera bem ampla, no entanto dá pra se ter ideia de algumas coisas sobres os blogueiros...

Como este é um espaço pessoal eu não tenho o compromisso de agradá-los e se há algo aqui de que não gostam, sintam-se a vontade para se retirarem, não são obrigados a ficar.

Ah! E se quiserem, aproveitem e deem uma olhada no vídeo que inspirou o post:


Alertando-os de que: O vídeo não fala somente sobre o "salário" dos blogs.

2 comentários:

  1. Olá, nomeei você e seu blog em uma tag aí, essa: http://uma-quase-perfeita.blogspot.com.br/2014/08/carteiro.html
    caso você curta essas coisa ;D bjs

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog