22 de agosto de 2013

Resenha: Vendem-se Unicórnios

 

Sinopse:
Jaqueline tem 15 anos e sempre morou em Holambra, interior de são paulo. Eis que seu pai é convidado para trabalhar na capital do estado e leva a família toda. sua irmã gêmea, Josefa, está tirando a mudança de letra: já fez vários amigos na escola, faz parte do time de vôlei, defende o meio ambiente... Jaqueline, por sua vez, se sente invisível e infeliz, até mudar radicalmente, com roupas da moda e lentes de contato, seu nome agora é Jackie. Resta saber se esse mundo de consumo está deixando Jaqueline realmente feliz...




O que eu achei:
Não se engane com a capa ilustradinha, com o nome bonitinho, com a classificação infanto-juvenil, nem com sinopse bem escrita. Este, definitivamente, não é um livro indicado para dar de presente no aniversário da sua prima de onze anos kkkkkk Esse livro é bem... Evoluidinho ¬¬ Se é que me entendem... Confesso que... A princípio, julguei o livro pelo nome, afinal, não é sempre que encontro um livro onde no título tem a palavra "unicórnio". O livro passa diversas lições de vidas e é quase impossível não se identificar com ele, no caso, há personagens de todos os tipos (mesmo poucos). A historia, é narrada por Jackie, uma adolescente que sofre uma grade mudança em sua vida, passa da garota invisível a toda popular. É um livro meio louquinho hahah' tipo, tem capítulos assim: "Capítulo 19 - Entendendo melhor o capítulo 7". Então, parece que estamos perdido na história, mas na verdade não estamos não. Ele não tem um objetivo único (se tiver, não encontrei), de maneira que você pode decifra-lo de várias formas.


Citações:


Entre o amontoado de sentimentos, mais um vai se aninhando. Uma tristeza com recheio de solidão.


Todo mundo me parecia muito de outro mundo. Nada a ver comigo. Mas eu sabia que um dia iria me encontrar, encontrar gente que pensasse como eu, que me entendesse.


Talvez seja isso. Talvez a gente só aprenda na base da cabeçada mesmo.


Você tem que saber se maquiar muito bem para não parecer que está maquiada.

Autor(a): Índigo
Paginas: 120
Editora: Ática

8 comentários:

  1. Bastante confuso tudo isso ' porem não é meu genero de livro e.e , sou du contra haha' mas tentarei ler algun dia se eu lembrar do nome u_u

    K ootima resenha || garotaperigosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo muito confuso kkkkkk Que pena, =/ Haha' como sempre.
      E tente mesmo, é um livro até bom ;)

      Obrigada flor!!

      Excluir
  2. Gostei de sua resenha Kate ^-^
    E obrigado por me indicar o livro, é legal mesmo :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Sacomé, né?
      Hahaha, pois é... De nada biba, mas ainda tem um monte que quero te indicar! ;)

      Excluir
  3. Gente, juro que já fui louca para ler esse livro... Sério! É que quando eu estava no sétimo ano, teve uma votação na sala para ver qual seria o livro para a prova de literatura do bimestre. Se me lembro bem, apenas uma amiga e eu votamos em "Vendem-se Unicórnios", haha. É, acabou que o livro não "ganhou", e fiquei sem ler. Agora, não sei. Como você disse, o livro pode não ser tão bom quanto aparenta. Será que vale a pena?

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vale... Tirei minhas opiniões sobre ele, mas acho que você deverá tirar as suas.
      Isso de votação às vezes parece uma injustiça kk
      Eu achei o livro ótimo, ele pode aparentar ser infanto-juvenil, mas não é muuuito não hahaha'
      Leia e me diga o que achou ;)

      Excluir
  4. Esse livro simplesmente define aquele ditado "Não juguem um livro pela capa".Começei a ler esperando um assunto e me deparei com outro completamente diferente...
    Esse livro simplesmente não seria o livrinho fofo para sua priminha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não mesmo! ^^ Também acho que a capa não se encaixa perfeitamente na história, na verdade acho que a capa tá mais pra uma satirização...

      Excluir

Pesquisar este blog