11 de maio de 2013

Resenha: Os elefantes não esquecem


Sinopse:
Hercule Poirot parou no alto do penhasco. Neste cenário, uma mulher sofrera um trágico acidente, anos atrás. Algum tempo depois, mais uma tragédia: dois outros corpos foram descobertos - marido mulher - mortos a tiros. Mas quem matou quem? Teria sido um pacto suicida? Um crime passional? Ou um assassinato a sangue-frio? Poirot embrenha-se no passado e descobre que "antigos pecados deixam marcas profundas"....



O que eu achei:
Os elefantes não esquecem é um livro da Agatha Christie (grande escritora de romances policiais).
Nele, o Hercule Poirot (protagonista) investiga, com a ajuda de sua grande amiga sra. Oliver, um crime que ocorreu num passado distante. Um casal foi encontrado morto a beira de um penhasco. Nessa investigação eles precisam interrogar muitos "elefantes" (pessoas de boa memória), até que o Hercule chega a uma conclusão. É uma história que, apesar de investigar um passado beeem distante nos prende muito. Há a Célia, a filha do casal que foi encontrado morto. O suspense todo do livro é bem legal e o modo que eles chamam as testemunhas de "elefantes" dá um clima bem diferente. De início, dizem que o casal se suicidou, depois é uma confusão que só, e...... Não posso contar o resto se não estraga :DD.
Bem que eu queria falar bem mais do livro, mas tenho medo de acabar falando muito, e já já sabem, né? Posso acabar estragando a futura leitura de você. 
Amo livros de investigação criminal (principalmente os do Sherlock Holmes >-<) e a Agatha escreve muito bem sobre estes.



Frases que me chamaram atenção:

É muito difícil achar que uma pessoa é incapaz de cometer um crime se a gente não conhece bem a que tipo pertence e quais são suas motivações internas.
A gente nunca sabe o que vai acontecer no dia seguinte.
Nem só os jovens sofrem as penas do amor e estão dispostos a morrer por ele.
Autor (a): Agatha Christie
Páginas: 176
Editora: Nova Fronteira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog